Atributos
Atributos são os campos que compõe uma Definição de Registro. São equivalentes às colunas de uma tabela. Cada Atributo é de um Tipo que denota qual o tipo de dado (texto, número, data, etc.) que ele pode armazenar.
Criar um novo Atributo

Legendas disponíveis.
Clique no botão Criar Novo para criar um novo Atributo.

Figura 1 (Clique para aumentar/reduzir)
Dê um nome e uma descrição. A descrição é opcional, mas é útil para os usuários do seu sistema, pois ela aparece como uma Ajuda Flutuante nos campos das Telas onde este Atributo for utilizado. Após definir todas as propriedades do Atributo clique no botão Salvar para efetivamente criar o Atributo. Para visualizar os Atributos na Definição de Registro clique no pequeno sinal de mais (+) ao lado do nome da Definição de Registro. A lista de Atributos é mostrada.

Figura 2 (Clique para aumentar/reduzir)
Tipo do Atributo
A seleção do tipo do Atributo deve ser feita com muito cuidado, pois uma vez que dados tenham sido salvos eles não podem ser mudados. Na Tela do Atributo ao selecionar um Tipo aparece uma Ajuda Flutuante que explica o que significa cada um deles. Consulte esta ajuda para selecionar corretamente o tipo que deseja.

Figura 3 (Clique para aumentar/reduzir)
Um Atributo Idade é definido com o tipo Número, como mostrado a seguir. (Não se esqueça: que para criar um Atributo primeiro clique no botão Criar Novo, defina suas propriedades e depois clique em Salvar).

Figura 4 (Clique para aumentar/reduzir)
Uma Atributo Sexo é de um tipo Lista de valores. Este tipo permite que sejam definidos valores possíveis para o Atributo (Feminino ou Masculino). Nas propriedades é possível construir tal lista, conforme mostrado a seguir. Clique no botão Adicionar para cada item da lista. Veja que cada item também pode conter um Identificador que seria uma "abreviação" dos valores da lista que podem ser úteis para importação e exportação de dados.

Figura 5 (Clique para aumentar/reduzir)
Registros relacionados
Através de um Atributo do tipo Tabela de outro Registro você pode associar uma outra Definição de Registro como "filha" de uma outra. Isto pode criar associações entre estrutura de dados. Antes de fazer qualquer associação entre Definições de Registros ambas precisam estar previamente criadas. Estas associações podem ser de dois modelos: exclusive ou não-exclusiva (compartilhada).
Exclusiva: Os dados associados pertencem exclusivamente a um dado (uma linha) do Registro "pai" e não podem ser compartilhados com outros dados. Por exemplo, isto é útil para associar uma Definição de Registro Pessoa, com uma outra Documento, onde ficarão os documentos que normalmente são exclusivos de cada pessoa.

Figura 6 (Clique para aumentar/reduzir)
Abra a tela Cadastro e veja como a figura a seguir ilustra como é mostrada uma tela com associação exclusiva. Observe que os dados "filhos" podem ser editados diretamente dentro da Tela do dado "pai".

Figura 7 (Clique para aumentar/reduzir)

Figura 8 (Clique para aumentar/reduzir)

Legendas disponíveis.
Não exclusiva: Os dados associados podem ser compartilhados entre diferentes dados (linhas) de Registros "pai". Por exemplo, pode-se associar a Pessoa com as Empresas onde ela trabalhou. Normalmente as empresas não são exclusivas de uma determinada pessoa, e vice-versa. As associações não exclusivas podem ser bi-direcionais, ou seja, permitem que a associação entre dados nos dois sentidos. Posso visualizar as empresas em que uma pessoa trabalhou e também posso consultar as pessoas que trabalharam numa determinada empresa.

Figura 9 (Clique para aumentar/reduzir)
Na figura a seguir pode-se ver que duas associações não exclusivas foram feita entre dois dados previamente cadastradors (uma Pessoa associada com duas Empresa).

Figura 10 (Clique para aumentar/reduzir)
Note que é possível consultar, na Tela da Empresa, quais as Pessoas associadas a ela, pois a associação foi declarada como bi-direcional.

Figura 11 (Clique para aumentar/reduzir)

Legendas disponíveis.